...::: www.murilobrasil.com.br ...:::... FELICIDADE DE ULISSES - Seja bem-vindo :::...

 

No ano 10 (a.C.) Homero, o maior de todos os poetas gregos, escreveu a épica Odisséia; nela, o heróico Ulisses suou a camisa em façanhas incríveis: brigou e venceu na Guerra de Tróia; navegou dez anos sob violentas tempestades; combateu o pavoroso e antropófago gigante Polifemo, que tinha um olho só no meio da testa; e foi jogado nos braços da diabólica feiticeira Circe. Em outro episódio, pediu que a tripulação do seu navio o amarrasse no mastro e que arrolhasse seus ouvidos para que ele não se deixasse seduzir pela melodia das sereias dos mares fantásticos. Ulisses ainda enfrentou guerreiros que, o julgando morto, disputavam a mão da sua mulher Penélope, de rara beleza e muitas virtudes.

Em meio a tantos perigos e aventuras, Ulisses teve momentos de felicidade. No regresso à Ítaca, naufragou próximo à ilha dos Feaces (hoje, Corfu, Grécia). Conseguindo alcançar a terra, desmaiou às margens de um rio, quando foi descoberto e socorrido por algumas alegres moças lideradas por Nausica, filha de Alcino, o rei daquele lugar. Ulisses ficou deslumbrado com um animado jogo com que as jovens costumavam se divertir. Uma enorme e colorida bola era lançada de mão em mão e, também, rebatida com os pés. O náufrago ficou vários dias na ilha, acostumando-se a participar do divertimento.

Ulisses rapidamente adquiriu algumas habilidades no trato com a bola e, com sua destreza e força física, criou vários efeitos especiais que alteravam a trajetória da pelota. Nausica, encantada com o guerreiro, revelou indisfarçável interesse em namorá-lo, com a plena aprovação do rei Alcino. Mas Ulisses não cedeu aos encantos da belíssima princesa, pois queria manter-se fiel à sua esposa, que ficara na ilha de Ítaca.

Segundo os relatos, Penélope, na ausência do marido, estava sendo assediada de forma insolente por cento e oito pretendentes, todos de olho gordo na moça. Ulisses, ao regressar, enfrentou-os e, após brigas, desafios e confusões, conseguiu exterminá-los.

Versões diferentes sobre o destino de Ulisses, após a volta ao lar, dão conta de outras aventuras do herói, não relatadas por Homero, entre as quais um complicado casamento com a rainha Calídice, que o tornou rei do Epiro (região da Macedônia). Na qualidade de soberano, Ulisses aproveitando seus conhecimentos no jogo da bola, desenvolvidos na amizade com Nausica, organizou animadas competições. Ao contrário das jovens da ilha dos Feaces, que brincavam despreocupadas em ganhar ou perder, nos torneios de Ulisses foram estabelecidas regras e pontuações, com premiações aos vencedores. Nessas competições, a bola era de grandes dimensões e muito peso, com enchimento de panos. A pelota devia ser arremessada com os pés a distâncias que variavam, visando atingir um determinado alvo. Lançamentos defeituosos, com pouco impulso ou mal direcionados eram castigados com a imediata expulsão do perna-de-pau, em meio às vaias dos participantes e das ásperas censuras de Ulisses.